schliessen

Filtern

 

Bibliotheken

Recomendações da Sociedade Brasileira de Reumatologia para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya. Parte 1 – Diagnóstico e situações especiais

A febre chikungunya tem se tornado um importante problema de saúde pública nos países onde ocorrem as epidemias. Até 2013, as Américas haviam registrado apenas casos importados quando, em outubro desse mesmo ano, foram notificados os primeiros casos na Ilha de Saint Martin, no Caribe. No Brasil, os... Full description

Journal Title: Revista Brasileira de Reumatologia 2017, Vol.57, pp.421-437
Main Author: Marques, Claudia Diniz Lopes
Other Authors: Duarte, Angela Luzia Branco Pinto , Ranzolin, Aline , Dantas, Andrea Tavares , Cavalcanti, Nara Gualberto , Gonçalves, Rafaela Silva Guimarães , Rocha Junior, Laurindo Ferreira Da , Valadares, Lilian David de Azevedo , Melo, Ana Karla Guedes de , Freire, Eutilia Andrade Medeiros , Teixeira, Roberto , Bezerra Neto, Francisco Alves , Medeiros, Marta Maria Das Chagas , Carvalho, Jozélio Freire de , Santos, Mario Sergio F , Océa, Regina Adalva de L. Couto
Format: Electronic Article Electronic Article
Language: Portugiesisch
Subjects:
ID: ISSN: 0482-5004 ; DOI: 10.1016/j.rbr.2017.05.004
Zum Text:
SendSend as email Add to Book BagAdd to Book Bag
Staff View
recordid: elsevier_sdoi_10_1016_j_rbr_2017_05_004
title: Recomendações da Sociedade Brasileira de Reumatologia para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya. Parte 1 – Diagnóstico e situações especiais
format: Article
creator:
  • Marques, Claudia Diniz Lopes
  • Duarte, Angela Luzia Branco Pinto
  • Ranzolin, Aline
  • Dantas, Andrea Tavares
  • Cavalcanti, Nara Gualberto
  • Gonçalves, Rafaela Silva Guimarães
  • Rocha Junior, Laurindo Ferreira Da
  • Valadares, Lilian David de Azevedo
  • Melo, Ana Karla Guedes de
  • Freire, Eutilia Andrade Medeiros
  • Teixeira, Roberto
  • Bezerra Neto, Francisco Alves
  • Medeiros, Marta Maria Das Chagas
  • Carvalho, Jozélio Freire de
  • Santos, Mario Sergio F
  • Océa, Regina Adalva de L. Couto
subjects:
  • Febre Chikungunya
  • Epidemia
  • Consenso
  • Brasil
  • Chikungunya Fever
  • Epidemic
  • Consensus
  • Brazil
  • Medicine
ispartof: Revista Brasileira de Reumatologia, 2017, Vol.57, pp.421-437
description: A febre chikungunya tem se tornado um importante problema de saúde pública nos países onde ocorrem as epidemias. Até 2013, as Américas haviam registrado apenas casos importados quando, em outubro desse mesmo ano, foram notificados os primeiros casos na Ilha de Saint Martin, no Caribe. No Brasil, os primeiros relatos autóctones foram confirmados em setembro de 2014 e até a semana epidemiológica 37 de 2016 já haviam sido registrados 236.287 casos prováveis de infecção pelo chikungunya vírus (CHIKV), 116.523 confirmados sorologicamente. As mudanças ambientais causadas pelo homem, o crescimento urbano desordenado e o número cada vez maior de viagens internacionais têm sido apontados como os fatores responsáveis pela reemergência de epidemias em grande escala. Caracterizada clinicamente por febre e dor articular na fase aguda, em cerca de metade dos casos existe evolução para a fase crônica (além de três meses), com dor persistente e incapacitante. O objetivo deste trabalho foi elaborar recomendações para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya no Brasil. Para isso, foi feita revisão da literatura nas bases de dados Medline, SciELO e PubMed, para dar apoio às decisões tomadas para definir as recomendações. Para a definição do grau de concordância foi feita uma metodologia Delphi, em duas reuniões presenciais e várias rodadas de votação on line. Foram geradas 25 recomendações, divididas em três grupos temáticos: (1) diagnóstico clínico, laboratorial e por imagem; (2) situações especiais e (3) tratamento. Na primeira parte estão os dois primeiros temas e o tratamento na segunda. Chikungunya fever has become a relevant public health problem in countries where epidemics occur. Until 2013, only imported cases occurred in the Americas, but in October of that year, the first cases were reported in Saint Marin island in the Caribbean. The first autochthonous cases were confirmed in Brazil in September 2014; until epidemiological week 37 of 2016, 236,287 probable cases of infection with chikungunya virus (CHIKV) had been registered, 116,523 of which had serological confirmation. Environmental changes caused by humans, disorderly urban growth and an ever‐increasing number of international travelers were described as the factors responsible for the emergence of large‐scale epidemics. Clinically characterized by fever and joint pain in the acute stage, approximately half of patients progress to the chronic stage (beyond 3 months), which is accompanied by persistent a
language: por
source:
identifier: ISSN: 0482-5004 ; DOI: 10.1016/j.rbr.2017.05.004
fulltext: fulltext
issn:
  • 0482-5004
  • 04825004
url: Link


@attributes
ID1454430623
RANK0.07
NO1
SEARCH_ENGINEprimo_central_multiple_fe
SEARCH_ENGINE_TYPEPrimo Central Search Engine
LOCALfalse
PrimoNMBib
record
control
sourcerecordiddoi_10_1016_j_rbr_2017_05_004
sourceidelsevier_s
recordidTN_elsevier_sdoi_10_1016_j_rbr_2017_05_004
sourcesystemPC
dbid
00SF
1457
26I.
3AAEDT
4AAFTH
5AGHFR
6AITUG
7FDB
8IXB
9SSZ
display
typearticle
titleRecomendações da Sociedade Brasileira de Reumatologia para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya. Parte 1 – Diagnóstico e situações especiais
creatorMarques, Claudia Diniz Lopes ; Duarte, Angela Luzia Branco Pinto ; Ranzolin, Aline ; Dantas, Andrea Tavares ; Cavalcanti, Nara Gualberto ; Gonçalves, Rafaela Silva Guimarães ; Rocha Junior, Laurindo Ferreira Da ; Valadares, Lilian David de Azevedo ; Melo, Ana Karla Guedes de ; Freire, Eutilia Andrade Medeiros ; Teixeira, Roberto ; Bezerra Neto, Francisco Alves ; Medeiros, Marta Maria Das Chagas ; Carvalho, Jozélio Freire de ; Santos, Mario Sergio F ; Océa, Regina Adalva de L. Couto
ispartofRevista Brasileira de Reumatologia, 2017, Vol.57, pp.421-437
identifierISSN: 0482-5004 ; DOI: 10.1016/j.rbr.2017.05.004
subjectFebre Chikungunya ; Epidemia ; Consenso ; Brasil ; Chikungunya Fever ; Epidemic ; Consensus ; Brazil ; Medicine
languagepor
oafree_for_read
source
descriptionA febre chikungunya tem se tornado um importante problema de saúde pública nos países onde ocorrem as epidemias. Até 2013, as Américas haviam registrado apenas casos importados quando, em outubro desse mesmo ano, foram notificados os primeiros casos na Ilha de Saint Martin, no Caribe. No Brasil, os primeiros relatos autóctones foram confirmados em setembro de 2014 e até a semana epidemiológica 37 de 2016 já haviam sido registrados 236.287 casos prováveis de infecção pelo chikungunya vírus (CHIKV), 116.523 confirmados sorologicamente. As mudanças ambientais causadas pelo homem, o crescimento urbano desordenado e o número cada vez maior de viagens internacionais têm sido apontados como os fatores responsáveis pela reemergência de epidemias em grande escala. Caracterizada clinicamente por febre e dor articular na fase aguda, em cerca de metade dos casos existe evolução para a fase crônica (além de três meses), com dor persistente e incapacitante. O objetivo deste trabalho foi elaborar recomendações para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya no Brasil. Para isso, foi feita revisão da literatura nas bases de dados Medline, SciELO e PubMed, para dar apoio às decisões tomadas para definir as recomendações. Para a definição do grau de concordância foi feita uma metodologia Delphi, em duas reuniões presenciais e várias rodadas de votação on line. Foram geradas 25 recomendações, divididas em três grupos temáticos: (1) diagnóstico clínico, laboratorial e por imagem; (2) situações especiais e (3) tratamento. Na primeira parte estão os dois primeiros temas e o tratamento na segunda. Chikungunya fever has become a relevant public health problem in countries where epidemics occur. Until 2013, only imported cases occurred in the Americas, but in October of that year, the first cases were reported in Saint Marin island in the Caribbean. The first autochthonous cases were confirmed in Brazil in September 2014; until epidemiological week 37 of 2016, 236,287 probable cases of infection with chikungunya virus (CHIKV) had been registered, 116,523 of which had serological confirmation. Environmental changes caused by humans, disorderly urban growth and an ever‐increasing number of international travelers were described as the factors responsible for the emergence of large‐scale epidemics. Clinically characterized by fever and joint pain in the acute stage, approximately half of patients progress to the chronic stage (beyond 3 months), which is accompanied by persistent and disabling pain. The aim of the present study was to formulate recommendations for the diagnosis and treatment of chikungunya fever in Brazil. A literature review was performed in the Medline, SciELO and PubMed databases to ground the decisions for recommendations. The degree of concordance among experts was established through the Delphi method, involving 2 in‐person meetings and several online voting rounds. In total, 25 recommendations were formulated and divided into 3 thematic groups: (1) clinical, laboratory and imaging diagnosis; (2) special situations; and (3) treatment. The first 2 themes are presented in part 1, and treatment is presented in part 2.
version2
lds50peer_reviewed
links
openurl$$Topenurl_article
openurlfulltext$$Topenurlfull_article
linktorsrc$$Uhttps://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0482500416301917$$EView_full_text_in_ScienceDirect
search
creatorcontrib
0Marques, Claudia Diniz Lopes
1Duarte, Angela Luzia Branco Pinto
2Ranzolin, Aline
3Dantas, Andrea Tavares
4Cavalcanti, Nara Gualberto
5Gonçalves, Rafaela Silva Guimarães
6Rocha Junior, Laurindo Ferreira Da
7Valadares, Lilian David de Azevedo
8Melo, Ana Karla Guedes de
9Freire, Eutilia Andrade Medeiros
10Teixeira, Roberto
11Bezerra Neto, Francisco Alves
12Medeiros, Marta Maria Das Chagas
13Carvalho, Jozélio Freire de
14Santos, Mario Sergio F
15Océa, Regina Adalva de L. Couto
titleRecomendações da Sociedade Brasileira de Reumatologia para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya. Parte 1 – Diagnóstico e situações especiais
description

A febre chikungunya tem se tornado um importante problema de saúde pública nos países onde ocorrem as epidemias. Até 2013, as Américas haviam registrado apenas casos importados quando, em outubro desse mesmo ano, foram notificados os primeiros casos na Ilha de Saint Martin, no Caribe. No Brasil, os primeiros relatos autóctones foram confirmados em setembro de 2014 e até a semana epidemiológica 37 de 2016 já haviam sido registrados 236.287 casos prováveis de infecção pelo chikungunya vírus (CHIKV), 116.523 confirmados sorologicamente. As mudanças ambientais causadas pelo homem, o crescimento urbano desordenado e o número cada vez maior de viagens internacionais têm sido apontados como os fatores responsáveis pela reemergência de epidemias em grande escala. Caracterizada clinicamente por febre e dor articular na fase aguda, em cerca de metade dos casos existe evolução para a fase crônica (além de três meses), com dor persistente e incapacitante. O objetivo deste trabalho foi elaborar...

subject
0Febre Chikungunya
1Epidemia
2Consenso
3Brasil
4Chikungunya Fever
5Epidemic
6Consensus
7Brazil
8Medicine
general
0Portuguese
1Elsevier Editora Ltda
210.1016/j.rbr.2017.05.004
3ScienceDirect (Elsevier)
4ScienceDirect Journals (Elsevier)
sourceidelsevier_s
recordidelsevier_sdoi_10_1016_j_rbr_2017_05_004
issn
00482-5004
104825004
rsrctypearticle
creationdate2017
addtitleRevista Brasileira de Reumatologia
searchscope
0elsevier_full
1elsevier4
2elsevier2
scope
0elsevier_full
1elsevier4
2elsevier2
lsr45$$EView_full_text_in_ScienceDirect
tmp01ScienceDirect Journals (Elsevier)
tmp02
00SF
1457
26I.
3AAEDT
4AAFTH
5AGHFR
6AITUG
7FDB
8IXB
9SSZ
startdate20170101
enddate20171231
lsr40Revista Brasileira de Reumatologia, 2017, Vol.57, pp.421-437
doi10.1016/j.rbr.2017.05.004
citationpf 421 pt 437 vol 57
lsr30VSR-Enriched:[description, eissn]
sort
titleRecomendações da Sociedade Brasileira de Reumatologia para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya. Parte 1 – Diagnóstico e situações especiais
authorMarques, Claudia Diniz Lopes ; Duarte, Angela Luzia Branco Pinto ; Ranzolin, Aline ; Dantas, Andrea Tavares ; Cavalcanti, Nara Gualberto ; Gonçalves, Rafaela Silva Guimarães ; Rocha Junior, Laurindo Ferreira Da ; Valadares, Lilian David de Azevedo ; Melo, Ana Karla Guedes de ; Freire, Eutilia Andrade Medeiros ; Teixeira, Roberto ; Bezerra Neto, Francisco Alves ; Medeiros, Marta Maria Das Chagas ; Carvalho, Jozélio Freire de ; Santos, Mario Sergio F ; Océa, Regina Adalva de L. Couto
creationdate20170000
lso0120170000
facets
frbrgroupid3386331599595443385
frbrtype5
newrecords20190904
languagepor
topic
0Febre Chikungunya
1Epidemia
2Consenso
3Brasil
4Chikungunya Fever
5Epidemic
6Consensus
7Brazil
8Medicine
collectionScienceDirect (Elsevier)
prefilterarticles
rsrctypearticles
creatorcontrib
0Marques, Claudia Diniz Lopes
1Duarte, Angela Luzia Branco Pinto
2Ranzolin, Aline
3Dantas, Andrea Tavares
4Cavalcanti, Nara Gualberto
5Gonçalves, Rafaela Silva Guimarães
6Rocha Junior, Laurindo Ferreira Da
7Valadares, Lilian David de Azevedo
8Melo, Ana Karla Guedes de
9Freire, Eutilia Andrade Medeiros
10Teixeira, Roberto
11Bezerra Neto, Francisco Alves
12Medeiros, Marta Maria Das Chagas
13Carvalho, Jozélio Freire de
14Santos, Mario Sergio F
15Océa, Regina Adalva de L. Couto
jtitleRevista Brasileira de Reumatologia
creationdate2017
toplevelpeer_reviewed
delivery
delcategoryRemote Search Resource
fulltextfulltext
addata
aulast
0Marques
1Duarte
2Ranzolin
3Dantas
4Cavalcanti
5Gonçalves
6Rocha Junior
7Valadares
8Melo
9Freire
10Teixeira
11Bezerra Neto
12Medeiros
13Carvalho
14Santos
15Océa
aufirst
0Claudia Diniz Lopes
1Angela Luzia Branco Pinto
2Aline
3Andrea Tavares
4Nara Gualberto
5Rafaela Silva Guimarães
6Laurindo Ferreira Da
7Lilian David de Azevedo
8Ana Karla Guedes de
9Eutilia Andrade Medeiros
10Roberto
11Francisco Alves
12Marta Maria Das Chagas
13Jozélio Freire de
14Mario Sergio F
15Regina Adalva de L. Couto
auinitC
auinit1C
au
0Marques, Claudia Diniz Lopes
1Duarte, Angela Luzia Branco Pinto
2Ranzolin, Aline
3Dantas, Andrea Tavares
4Cavalcanti, Nara Gualberto
5Gonçalves, Rafaela Silva Guimarães
6Rocha Junior, Laurindo Ferreira Da
7Valadares, Lilian David de Azevedo
8Melo, Ana Karla Guedes de
9Freire, Eutilia Andrade Medeiros
10Teixeira, Roberto
11Bezerra Neto, Francisco Alves
12Medeiros, Marta Maria Das Chagas
13Carvalho, Jozélio Freire de
14Santos, Mario Sergio F
15Océa, Regina Adalva de L. Couto
atitleRecomendações da Sociedade Brasileira de Reumatologia para diagnóstico e tratamento da febre chikungunya. Parte 1 – Diagnóstico e situações especiais
jtitleRevista Brasileira de Reumatologia
date2017
risdate2017
volume57
spage421
epage437
pages421-437
issn0482-5004
formatjournal
genrearticle
ristypeJOUR
abstract

A febre chikungunya tem se tornado um importante problema de saúde pública nos países onde ocorrem as epidemias. Até 2013, as Américas haviam registrado apenas casos importados quando, em outubro desse mesmo ano, foram notificados os primeiros casos na Ilha de Saint Martin, no Caribe. No Brasil, os primeiros relatos autóctones foram confirmados em setembro de 2014 e até a semana epidemiológica 37 de 2016 já haviam sido registrados 236.287 casos prováveis de infecção pelo chikungunya vírus (CHIKV), 116.523 confirmados sorologicamente. As mudanças ambientais causadas pelo homem, o crescimento urbano desordenado e o número cada vez maior de viagens internacionais têm sido apontados como os fatores responsáveis pela reemergência de epidemias em grande escala. Caracterizada clinicamente por febre e dor articular na fase aguda, em cerca de metade dos casos existe evolução para a fase crônica (além de três meses), com dor persistente e incapacitante. O objetivo deste trabalho foi elaborar...

pubElsevier Editora Ltda
doi10.1016/j.rbr.2017.05.004
lad01Revista Brasileira de Reumatologia
oafree_for_read
eissn18094570